368 milénio refugiados já deixaram a Ucrânia, diz ONU

0
4865

Desde o início do conflito militar na Ucrânia, na última quinta-feira (24), pelo menos 368 milénio refugiados ucranianos já deixaram o país. O oferecido foi divulgado neste domingo (27) pelo Proeminente-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur). O principal tramontana é a Polônia, que até agora recebeu 156 milénio refugiados.

A ONU estima que a quantidade de refugiados deve crescer ainda mais e chegar a 4 milhões de pessoas.

Por conta do decreto assinado pelo presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, que proíbe homens de 18 a 60 anos de deixarem o país, a grande maioria dos refugiados que cruzam as fronteiras do país são mulheres e crianças.

:: Acompanhe a cobertura: Conflito na Ucrânia ::

No Twitter, o atual Proeminente Comissário das Nações Unidas para Refugiados, Filippo Grandi, afirmou que “os governos e a população desses países estão acolhendo os refugiados”, e destacou a urgência em “partilhar esta responsabilidade de forma concreta”.

Grandi destacou também a difícil missão de prezar os números e fornecer ajuda, em meio à escalada militar em curso no país do leste europeu. Desde o início do conflito na Ucrânia, segundo a ONU, ao menos 63 civis morreram e outros 240 ficaram feridos.

Além da Polônia, que mesmo antes da invasão russa já tinha em seu território aproximadamente 1,5 milhão ucranianos, o tramontana dos refugiados é Hungria, Romênia, Moldávia e outros países  Eslováquia

Em meio a esse cenário, a ferrovia alemã Deutsche Bahn anunciou que refugiados ucranianos, que apresentarem passaporte ou carteira de identidade, poderão viajar gratuitamente em trens de longa pausa da Polônia até a Alemanha.

Edição: Thales Schmidt

Nascente: Brasil de Veste

Deixe um comentário