84% mais eficiente. Cientistas revelam a melhor terapia para a dor de costas

0
5954

David Cross / Flickr

A combinação de tratamentos individualizados com fisioterapeutas com terapias comportamentais cognitivas é 84% mais eficiente no tratamento das dores de costas do que as terapias convencionais.

Um novo estudo publicado na Journal of Pain revela o tratamento mais eficiente para um problema generalidade, as dores de costas.

A pesquisa baseou-se em dados de 58 ensaios clínicos controlados aleatórios que envolveram mais de 10 000 pessoas que sofrem com dores crónicas na lombar. Os dados foram filtrados e analisados em grupos, com os cientistas a confrontar os resultados obtidos com as terapias convencionais e com os tratamentos individualizados levados a cabo por fisioterapeutas que conhecem os pacientes.

Os resultados concluíram que as terapias individualizadas tiveram uma eficiência muito maior, com um refrigério da dor 38% maior do que com os tratamentos convencionais.

“O maior esforço que é exigido nos tratamentos individuais vale a pena porque o mercê dos pacientes é tão grande que é clinicamente importante”, revela Johannes Fleckenstein, responsável principal do estudo, ao SciTech Daily.

A equipa ainda comparou os dados de um terceiro grupo, onde as sessões de tratamento individualizadas foram combinadas com terapias comportamentais cognitivas. Nascente tipo de tratamento baseia-se na teoria de que os pensamentos negativos sobre a dor tendem a exacerbá-la e os pacientes são ensinados a deixar de ter terror de se mexer ou aprendem técnicas para suportarem melhor a dor.

Quando estes dois tipos de tratamento foram combinados, a taxa de sucesso no refrigério da dor foi 84% superior à taxa conseguida somente com as terapias convencionais.

Fleckenstein encara estes resultados uma vez que um “apelo urgente” à mudança das políticas de saúde pública.

  ZAP //

Deixe um comentário