Estrela “sopra” anéis de fumo na hora da morte

0
3118

ALMA (ESO/NAOJ/NRAO)/S. Dagnello (NRAO/AUI/NSF)

Sentimento artística dos estranhos “anéis de fumo” emitidos pela estrela V Hya

A estrela V Hya tem emitido uma série de anéis, num padrão nunca antes visto numa estrela na período final da vida.

V Hya está localizada a reverência de 1.300 anos-luz da Terreno, na constelação Hydra. Sendo uma gigante vermelha rica em carbono, encontra-se atualmente na sua período final de vida, a desprender as suas camadas exteriores antes de uma explosão final que a tornará uma anã branca envolta numa nebulosa.

Com a ajuda do radiotelescópio ALMA, os astrónomos aperceberam-se de que V Hya não está a libertar o seu material de uma forma uniforme, porquê seria de esperar. Em vez disso, está a exprimir uma série de “anéis de fumo“.

Segundo o New Atlas, a equipa observou seis anéis no totalidade, que parecem ter sido produzidos ao longo dos últimos 2.100 anos – um período de tempo muito restringido numa graduação celestial.

Estes anéis estão a formar um disco deformado à volta da estrela, que a equipa apelidou de “DUDE” – “Disco em Expansão Dinâmica Permanente”. Mas não são a única explosão a suceder: os astrónomos também notaram enormes nuvens a serem lançadas supra e aquém da estrela, que se estão a expandir a velocidades de 864.000 km/h.

Além destas características, os astrónomos já consideravam V Hya impressionante: a estrela dispara bolas de plasma do tamanho de Marte a cada oito anos e meio, um comportamento bizarro que pode ser explicado pela existência de um vizinho invisível, porquê uma estrela de neutrões ou uma anã branca.

As particularidades de V Hya fazem dela um objeto único, que pode ter muito a ensinar aos astrónomos sobre a vida e a morte das estrelas.

O item científico foi recentemente publicado no The Astrophysical Journal.

  ZAP //

Deixe um comentário