Há um rio gigante escondido debaixo do gelo da Antártida

0
8109

GRID Arendal / Flickr

A presença destes rios subterrâneos influencia uma vez que os mantos de gelo se deslocam e também o seu derretimento ao criarem uma base mais escorregadia.

Um novo estudo publicado na Nature Geoscience descobriu mais uma consequência imprevisível do degelo causado pelas alterações climáticas — os cientistas descobriram um rio enorme com 460 quilómetros de comprimento escondido nas profundezas dos glaciares na Antártida.

Os investigadores acreditam que o rio e os seus afluentes podem afetar significativamente a forma uma vez que o gelo à superfície se desloca e derrete. A invenção foi feita graças a uma combinação de dados recolhidos com radares aéreos que conseguem ver através do gelo e modelos dos fluxos da chuva.

A superfície de reparo abrange os mantos de gelo desde o leste até ao oeste da Antártida e tem gelo suficiente para aumentar o nível da chuva do mar em 4,3 metros globalmente caso derreta, escreve o Science Alert.

A quantidade de gelo que derrete e a velocidade deste derretimento depende de quão escorregadia é a base onde o gelo assenta, pelo que o rio que foi agora desvelado é determinante neste processo.

As previsões sobre o derretimento de gelo têm-se tornado, ao longo dos anos, cada vez mais precisas, mas há ainda muitas questões em desobstruído sobre a complicação dos processos que influenciam o degelo. Descobertas uma vez que levante rio gigante permitem aos cientistas fabricar modelos mais exatos sobre a perda de gelo no porvir.

Os autores afirmam que caso o degelo continue a correr, isto pode ter um impacto significativo nos rios escondidos que já existem e que isto, por sua vez, por tornar a presença de gelo na Antártida mais sazonal, uma vez que acontece na Gronelândia.

Todos estes fatores podem fabricar ciclos de feedback, onde o próprio derretimento suplementar acelera ainda mais a perda de gelo — através de fluxos de águas profundas que fazem com que o gelo se mova mais rápido sobre a terreno seca, criando mais atrito e ainda mais derretimento.

A equipa quer agora impor as técnicas usadas para desvendar levante rio noutras partes do continente para tentar desvendar mais mistérios que os cientistas desconheçam e que possam ter efeitos em enxovia no degelo.

  ZAP //

Deixe um comentário