Messi entrou no jogo dos NFT

0
7705

Yoan Valat / EPA

Lionel Messi venceu a sétima Globo de Ouro em 2021.

Futebolista prateado comprou segmento da Sorare, uma das empresas dedicadas aos tokens não fungíveis.

Quando se fala sobre Lionel Messi, fala-se sobre futebol.

O prateado, eleito diversas vezes o melhor futebolista do planeta é considerado por muitos especialistas o melhor de sempre neste jogo.

Aos 35 anos, o jogo passa a ser outro. Messi não deverá desistir os relvados em breve mas já entrou noutro jogo: o dos NFT.

Para quem está fora do tema, um NFT é um token não fungível, um tipo peculiar de token criptográfico que representa um pouco único.

Trocado por miúdos, é uma tecnologia que permite verificar a titularidade de um ficheiro do dedo. E atingiu uma grande popularidade no início do ano pretérito.

Embalado por esse maravilha, Messi comprou segmento da empresa da Sorare – uma empresa de NFT relacionados com desporto.

Na Sorare, os participantes negoceiam cartas digitais de futebolistas e conseguem gerir equipas de cinco jogadores em campeonatos virtuais de futebol.

A estação televisiva CNBC avançou essa informação, embora sem detalhes sobre os valores do negócio.

O avançado será também legado da empresa, que assim consegue um “grande marco” na sua curta história, de conciliação com o director-executivo Nicolas Julia.

“Acreditamos que Lionel Messi nos vai ajudar a estabelecer novos padrões na forma uma vez que trabalhamos”, comentou o responsável.

A Sorare tem a sua sede em Paris – a cidade onde Messi vive, já que joga pelo Paris Saint-Germain.

A sua avaliação é de 4.3 milénio milhões de dólares e tem mais de 2 milhões de utilizadores espalhados por 185 países.

Tem parcerias com 300 equipas e campeonatos – as duas ligas mais conhecidas são a LaLiga, de Espanha, e a Bundesliga, da Alemanha.

Só há uma incerteza: Lionel Messi também tem um conciliação com a plataforma cripto Socios.

A Sorare assegura que o contrato com Messi é restrito. A Socios responde que o conciliação com o prateado continua em vigor.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Seja um visitante de carteirinha, assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos

Deixe um comentário