Novidade “incrível bateria” da NASA pode carregar carros elétricos em 5 minutos

0
4630

Robert Linder / Unsplash

Cientistas da NASA acabaram de anunciar uma “incrível bateria” que “excedeu todas as expectativas iniciais” e que poderá permitir carregar veículo elétricos em somente cinco minutos.

Em expedido, a dependência espacial norte-americana explica que esta novidade tecnologia é muito mais ligeiro, segura, potente e eficiente do que as atuais baterias de lítio. A bateria oferece 500 watts-hora por quilo, o duplo das melhores baterias de carros atuais. Possivelmente, pode até triplicar esse valor.

A tecnologia da NASA foi desenvolvida para uso na Estação Espacial Internacional, mas segundo os investigadores também pode ser usada para carregar veículos elétricos.

A complexa técnica de resfriamento foi desenvolvida para ajudar certos sistemas elétricos a manter temperaturas adequadas no Espaço, explica a Business Insider.

Esta é uma magnífico notícia para os portugueses, já que o Governo decidiu prolongar o programa de incentivos para a compra de veículos sem emissões.

No entanto, o potencial desta tecnologia vai muito além da nossa veras. O El Secreto escreve até que pode tornar possíveis as companhias aéreas elétricas.

Recentemente, cada fez mais startups estão a explorar a teoria de aviões elétricos, numa tentativa de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa da indústria da aviação — que representam 3% das emissões mundiais.

O problema é que, atualmente, as aeronaves elétricas somente conseguem transportar uma dúzia de passageiros por somente murado de 50 quilómetros, de tratado com uma estudo recente.

A limitação é a bateria, principalmente a quantidade de virilidade que pode ser armazenada num pequeno espaço, resume o MIT Technology Review.

Rocco Viggiano, engenheiro do Glenn Research Center da NASA e líder da investigação, explica que o projeto está a perceber “uma novidade fronteira na pesquisa de baterias que será capaz de fazer muito mais do que as baterias de iões de lítio”.

“As possibilidades são bastante incríveis”, antevê o engenheiro da NASA.

Viggiano garante que “o seu design não só elimina entre 30 e 40% do peso da bateria, porquê também duplica ou até triplica a virilidade que pode armazenar, superando em muito as capacidades das baterias de iões de lítio mais avançadas do mercado”.

Atualmente, um carruagem elétrico pode demorar entre menos de 20 minutos — em algumas estações públicas de carregamento rápido — a até horas ou dias — usando carregadores domésticos. A novidade tecnologia da NASA poderá reduzir drasticamente o tempo de espera, limitando-o a somente cinco minutos.

A combinação de características da novidade bateria, diz a NASA, permitirá que seja usada ​​em aeronaves elétricas de média intervalo, um pouco que era impossível até agora.

Segundo a dependência espacial, a bateria supera todos os requisitos mínimos de densidade de virilidade, potência, tamanho, escalabilidade e segurança necessários para aplicações aeronáuticas.

  Daniel Costa, ZAP //

Seja um visitante de carteirinha, assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos

Deixe um comentário