O truque para reduzir o consumo de álcool é simples. O sigilo está no copo

0
302

jenny-pics / Flickr

Uma pesquisa recente revelou que as famílias no Reino Unificado bebiam menos 6,5% de vinho quando usavam copos menores, de 290 mililitros, do que quando usavam copos maiores, de 350 mililitros.

Uma vez que noticiou o Sci Tech Daily, para realização do estudo – publicado na Addiction e financiado pela Wellcome Trust – foi analisado o comportamento de 260 famílias do Reino Unificado, que bebiam duas ou mais garrafas de vinho por semana.

As famílias foram convidadas a comprar uma quantidade predeterminada de vinho para consumir em lar – garrafas de 75 centilitros ou de 37,5 centilitros. Outrossim, também de forma aleatória, foi-lhes indicado para utilizarem copos menores ou maiores. A quantidade consumida foi registada através de fotografias.

Posteriormente duas intervenções com intervalos de 14 dias, os investigadores verificaram que o uso de copos menores reduziu a quantidade de vinho consumida em tapume de 6,5%. Ingerir de garrafas menores também diminuiu a quantidade de vinho consumida em 3,6%, havendo, mas, uma maior incerteza acerca desse efeito.

O vinho é a bebida alcoólica mais consumida na Europa. De consonância com o Sci Tech Daily, utilizar taças maiores aumenta o consumo em restaurantes e espçaos públicos. Segundo a mesma natividade, também o tamanho das taças “aumentou dramaticamente nas últimas três décadas”.

Se os efeitos do tamanho da taça de vinho sobre o consumo forem comprovados ao longo do tempo, uma subtracção do tamanho das taças poderia contribuir para a redução do consumo, apontou ainda o cláusula.

Uma das medidas para incentivar a compra de taças menores passa por reduzir o preço desse utensílio. Outra maneira de combater o consumo excessivo é regular o tamanho dos copos nos bares, restaurantes e outras instalações licenciadas.

  ZAP //

Deixe um comentário