Percentagem russa é enviada a Belarus para negociar, mas Ucrânia

0
5312

A Rússia sinalizou provável negociação com a Ucrânia neste domingo (27). De convenção com o país, uma percentagem seria enviada a Belarus para entrar em convenção com a Ucrânia. Em vídeo, o presidente ucraniano Volodymir Zelenski declinou da proposta alegando que o país também está envolvido nos ataques, mas que permanece desimpedido a negociar em outro lugar neutro.

Zelensky pediu solidariedade aos belarussos alegando que ambos tem relação histórica “Somos os seus vizinhos. Nós somos ucranianos. Sejam Belarus – e não Rússia!”

Fora do SWIFT

A percentagem russa para negociação foi aventada um dia depois países decidirem pela retirada de bancos russos do SWIFT, o sistema financeiro global, o que impedirá transações e negociações com a maior segmento dos países. Votaram em prol da medida a Alemanha, Estados Unidos, França, Canadá, Itália e Grã-Bretanha. A medida faz segmento do terceiro pacote de sansções que impõe ações para evitar que o Banco Medial da Rússia movimente as reservas internacionais de muro de US$ 630 bilhões (aproximadamente R$ 3,2 trilhões). “Tomamos medidas decisivas esta noite com nossos parceiros internacionais para excluir a Rússia do sistema financeiro global, incluindo o importante primeiro passo de expulsar os bancos russos da SWIFT. Continuaremos trabalhando juntos para prometer que Putin pague o preço por sua agressão.” afirmou o primeiro-ministro do Reino Uno, Boris Johnson.

4º dia de conflito

Bombas e explosões foram ouvidas na capital Kiev, na Ucrânia, na madrugada deste domingo (27). Uma ponte foi destruida perto do município de Bucha, no oeste da cidade. Ainda não se sabe se foi derrubada por bombas russas ou pelos próprios moradores para impedir a ingresso dos soldados.

O 4º dia de conflito também foi marcado pela ingresso do tropa russo em Kharkiv, segunda maior cidade ucraniana, onde um gasoduto explodiu. O governador da região Oleh Sinegubov afirmou que o controle ainda é ucraniano. 

:: Entenda o que está em jogo na invasão da Ucrânia pela Rússia

O presidente Volodymyr Zelensky informou que a Ucrânia protocolou um processo contra a Rússia no Tribunal Penal Internacional, em Haia, acusando os russos de genocídio. “A Rússia deve ser responsabilizada por manipular a noção de genocídio para justificar a agressão. Nós exigimos uma decisão urgente para pedir que a Rússia pare com as atividades militares agora e esperamos que o julgamento comece na próxima semana”.

Sinal fechado para os russos

Vários países fecharam seus espaços aereos para a Rússia. A mais recente delas é a Noruega, que anunciou a medida na manhã deste domingo. Alemanha, Islândia, Dinamarca e Lituânia, Itália, Polônia e Reino Uno também seguiram a medida. Aviões e companhia aéreas russas não poderão transitar pelos próximos três meses nesses locais. 

Edição: Camila Salmazio

Manancial: Brasil de Vestuário

Deixe um comentário