Putin ordena prontidão de armas nucleares russas

0
5113

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou estado supremo de alerta das forças de controle nuclear russo neste domingo (24). Ele citou “declarações agressivas” da Organização do Tratado do Atlântico Setentrião (Otan) uma vez que justificativa para a decisão.

“Porquê vocês podem ver, países do Oeste não só tomam medidas não amistosas contra nós na dimensão econômica, eu me refiro às sanções que todos conhecem muito e também aos principais dirigentes que lideram a Otan que se permitem fazer declarações agressivas em relação ao nosso país”, afirmou em fala pela TV estatal russa. 

Putin também citou “deterrência” em sua fala, um termo utilizado nos meios militares uma vez que uma forma de dissuadir outro país de uma ação por meio da mostra de força.

“Dessa forma, comando ao ministro da Resguardo para que as forças de deterrência do país estejam de prontidão”, afirmou o presidente russo em coletiva junto com o Ministro da Resguardo, Sergei Shoigu, e o Superintendente do Estado Maior, Valery Gerasimov.

A Otan, e os Estados Unidos, já afirmaram que não irão enviar tropas ou intervir militarmente no conflito entre Ucrânia e Rússia.

Na sexta-feira (25), a Otan afirmou que a Rússia “tem totalidade responsabilidade” pelo conflito e que “ninguém deve ser equivocado pela enxurrada de mentiras do governo russo”.

:: Conflito na Ucrânia: acompanhe as últimas notícias ::

“Movimentamos forças terrestres e aéreas defensivas na segmento oriental da Associação e meios marítimos em toda a dimensão da Otan. Ativamos os planos de resguardo da Otan para nos prepararmos para responder a uma série de contingências e proteger o território da Associação, inclusive recorrendo às nossas forças de resposta. Agora estamos fazendo significativos desdobramentos de forças defensivas adicionais para a segmento leste da Associação”, afirmou a Otan.

A confederação militar atlântica ainda destacou que está firme resguardo seu Cláusula 5 — que estabelece que um ataque contra um dos países membros da Otan deve ser respondido por todos os países do conjunto.

A Ucrânia não faz segmento da Otan e a ingresso dos ucranianos na confederação é um dos pontos-chave do atual conflito.

Sanções econômicas e espaço airado fechado

Porquê represália pela invasão da Ucrânia, a Rússia foi excluída do Swift, o sistema que opera as finanças globais. Diversos países da Europa também anunciaram que fecharam seus espaços aéreos para aeronaves russas.

Na segmento bélica, tropas da Rússia estão nas proximidades da capital da Ucrânia, Kiev, e o governador de Kharkiv, segunda maior cidade ucraniana, anunciou que repeliu um ataque russo nas últimas horas.

Edição: Camila Salmazio

Manadeira: Brasil de Traje

Deixe um comentário