Tropas russas chegam à capital Kiev; pressões por

0
5311

No terceiro dia do progressão russo sobre a Ucrânia, já na manhã deste sábado (26), agências internacionais informam que segmento das tropas russas chegaram ao volta da capital do país, Kiev. Inclusive há relatos de embate com forças ucranianas na espaço. 

Até o momento, de tratado com o ministro da Saúde da Ucrânia, Viktor Lyashko, o número de mortos civis do lado ucraniano chegou a 198, além de 1.115 feridos. 

Progressão militar 

De tratado com o porta-voz do Ministério da Resguardo russo, 821 instalações militares da Ucrânia foram atacadas com mísseis de cruzeiro russos nas primeiras horas deste sábado. “Durante a noite, as Forças Armadas russas usaram armas de subida precisão contra a infraestrutura militar da Ucrânia, que destruíram com mísseis de cruzeiro terrestres e navais”, disse Igor Konashenkov. 

:: Guerras pelo mundo: Síria, Somália e Iêmen também sofreram ataques aéreos nos últimos dias ::

O ministério acrescentou que forças russas tomaram a cidade de Melitopol, no sul da Ucrânia.  

Aumento das tropas da Otan 

A prensa internacional informa que a Grã-Bretanha enviou efetivos de força aérea e naval para a Europa Oriental. Muro de 1.000 tropas chegaram à Alemanha e se dirigem à Estônia, país que faz fronteira com a Rússia na sua segmento Meio-ocidental, na profundeza de São Petersburgo. Na quinta, Joe Biden já havia anunciado o envio de 7 milénio tropas para a Alemanha, reforçando as posições da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Setentrião) na Europa Oriental. 

:: Putin sobe o tom contra governo ucraniano; explosões são ouvidas em Kiev ::

Vale lembrar que a resposta dos EUA e da Otan, por ora, centra-se em sanções econômicas e financeiras, de modo a estrangular a economia russa. 

Sistema Swift  

Vai ganhando corpo a possiblidade de excluir a Rússia do sistema Swift. Itália e Hungria, na manhã deste sábado, teriam afirmado estribar tal medida. 

:: Embaixada da Ucrânia no Brasil ofídio “reação mais potente” de Bolsonaro sobre conflito ::

A Hungria, do presidente de extrema direita Viktor Orbán, foi a mais recente poder a declarar base a uma escalada de sanções contra a Rússia. De tratado com agências internacionais, o primeiro-ministro polonês, que apoia a medida, teria conversado com o colega húngaro e obtido a aprovação da medida. Ainda no sábado, Chipre declarou estribar tal movimento. 

O sistema Swift (Sociedade para Telecomunicação Interbancária Financeira Global) é uma rede de subida segurança que permite o processo de transações financeiras entre países. Tirar a Rússia do sistema é um dilema para os europeus porque, ainda que cause danos ao país, poderia também prejudicar grandes economias da Europa, restringido possibilidade de compra de produtos russos.  

Mesmo sem acionar tal medida, as sanções dos EUA a alguns bancos russos já surtem efeito, com cidadãos da Rússia tendo dificuldades de efetuar transações virtuais, porquê informou a reportagem do Brasil de Trajo. 

Edição: Lucas Weber

Natividade: Brasil de Trajo

Deixe um comentário