Vacinas contra o cancro podem chegar “antes de 2030”, diz BioNTech

0
4798

Raimond Spekking / Wikimedia

Os fundadores da BioNTech, Özlem Türeci e Uğur Şahin.

Os fundadores da empresa alemã BioNTech acreditam que as vacinas contra o cancro podem chegar ainda antes de 2030.

Uğur Şahin e Özlem Türeci acreditam que as vacinas contra o cancro podem chegar “antes de 2030”. O parelha de alemães de origem turca é fundador da BioNTech, empresa alemã que juntamente com a Pfizer desenvolveu uma das principais vacinas contra a covid-19.

As declarações, citadas pelo The Guardian, foram feitas durante o programa Sunday Morning, com Laura Kuenssberg, na BBC. O parelha adiantou que a empresa fez avanços que alimentaram o seu otimismo em relação às vacinas contra o cancro nos próximos anos.

A BioNTech tem vários testes a transcursão, incluindo um em que os pacientes recebem uma vacina personalizada, que estimula o seu sistema imunitário a testilhar a doença. Em motivo estão as vacinas de ARN mensageiro, também conhecidas porquê mRNA.

“O mRNA age porquê protótipo e permite proferir ao corpo para produzir o medicamento […] neste caso, antigénios do cancro que distinguem as células cancerígenas das células normais”, explicou Türeci.

Da mesma forma que nas vacinas contra a covid-19, a tecnologia pode ser usada para treinar as células do sistema imunitário para identificar proteínas presentes nas células cancerígenas e depois destruí-las.

Os ensaios clínicos para estas vacinas mRNA contra vários tipos de cancros já começaram a ser feitos ainda antes da pandemia. Şahin e Türeci revelam que os resultados têm sido encorajadores.

No entanto, os cientistas recomendam que as pessoas não se entusiasmem, uma vez que muitos testes promissores de tratamento contra o cancro acabam por falhar.

“Porquê cientistas, hesitamos sempre em proferir que teremos uma trato para o cancro”, disse Türeci, citada pelo jornal britânico. “Fizemos vários avanços e continuaremos a trabalhar neles”.

Ainda assim, Şahin mostrou-se esperançoso de que a vacina contra o cancro poderia vir a estar pronta para uso “antes de 2030”.

Os cancros visados para tratamentos incluem cancro do tripa, pele, pulmão, cabeça e pescoço, próstata e ovários.

Algumas das vacinas estão na segunda temporada de testes. Türeci espera que os reguladores autorizem antemão as vacinas contra o cancro, assim porquê fizeram com as vacinas contra a covid-19.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe um comentário